Produtividade sofre impacto direto do clima organizacional

Fonte: Jornal A Tarde Autor: Yumi Kuwano Matéria original aqui.


Mais uma colaboração da Gestora da Portal D&T, Carla Moreira, ao Jornal A Tarde.


Vários fatores podem afetar a produtividade no trabalho, e o clima organizacional é um dos mais importantes. Ele também pesa para os profissionais na hora de elencar quais seriam seus principais pontos de motivação, é o que diz a pesquisa realizada pela Talenses, empresa de consultoria de recrutamento e seleção, com mais de 2.500 profissionais de níveis hierárquicos de analistas a presidentes, sobre os fatores que os atrairiam para uma nova oportunidade.


Para 82% das mulheres e 67% dos diretores, vice-presidente e presidente, independentemente de gênero, o mais importante é o clima organizacional. O fato de os profissionais de cargos mais altos já terem uma boa remuneração e as mulheres analisarem as oportunidades de trabalho de forma mais abrangente é o que justifica o resultado da pesquisa, para Paulo Moraes, diretor da Talenses.

Segundo ele, o clima organizacional passou a ser importante no processo histórico, mas muda de acordo com o nível dos profissionais. A empresa tem que se adequar ao que acontece no resto do mundo e trabalhar para que o clima esteja alinhado com os valores atuais. “As pessoas prezam pela liberdade de expressão, esperam respeito e igualdade no tratamento, e isso deve ser refletido no ambiente de trabalho também”, diz.


O clima está muito ligado com a cultura organizacional da empresa, que é um conjunto de valores e normas adotado por ela. Carla Moreira, diretora da Portal D&T, que presta consultoria de recursos humanos, afirma que é importante selecionar pessoas que vão se adaptar a essa cultura organizacional. “Se a empresa é mais rígida ou flexível, os colaboradores devem estar alinhados com isso”, analisa. Ela acrescenta que isso também deve partir dos candidatos, e a procura deve ser feita de acordo com o seu perfil. “Pesquisar sobre a organização antes de enviar o currículo é fundamental”, completa.


Setor de RH

Carla pontua que muitas vezes há problemas com o clima, mas o próprio setor de RH e os gestores não conseguem detectar, e, por isso, é interessante ter uma empresa de fora cuidando dos casos.


Para Érica Félix, analista de RH da empresa baiana de colchões Via Sono, manter um bom clima na organização é uma das prioridades. Ela buscou a ajuda de Carla há dois anos, e, desde então, fazem trabalhos periódicos com os funcionários, como o cliente oculto, que tem como objetivo avaliar o comportamento e o relacionamento no momento da venda, por exemplo.


“Já conseguimos identificar vários problemas de clima dessa forma, e vem sendo muito positivo”, pontua. Ela conta que já foi possível descobrir uma briga interna e trabalhar a integração dos colaboradores para solucionar o problema. Outra questão foi uma insatisfação com a aparência que eles tinham por causa da farda. “A partir disso, trocamos os uniformes e fizemos um workshop de maquiagem para as mulheres. O resultado foi ótimo, eles se sentiram valorizados e estimulados”, diz.


De acordo com Carla, existem alguns indicadores que o RH pode observar para saber se o clima organizacional anda ruim. Entre eles a baixa produtividade, a grande quantidade de faltas e atestados médicos, a perda de prazos, precisar refazer um trabalho e a competitividade.


O turnover – termo que se refere à taxa de rotatividade de colaboradores que não conseguem ficar na empresa por muito tempo – também é um indicativo de que o clima organizacional não está bom. Muitas vezes o funcionário começa, mas vê que a empresa não tem uma gestão que o valorize ou o ambiente é desagradável. “Isso é custoso para a organização, porque precisa recrutar, fazer um treinamento, e quando ele finalmente se apropria das atividades, pede o desligamento”, completa Carla.

*Sob supervisão da editora Cassandra Barteló


COMO MELHORAR O CLIMA NA EMPRESA


Pesquisa Seja por entrevistas ou questionário online, é necessário verificar a melhor maneira para que os colaboradores participem da pesquisa, fornecendo as ferramentas  adequadas e que podem fazer com que se descubram os pontos fracos do clima organizacional atual

Estratégias Com os dados da pesquisa em mãos, é hora de elaborar estratégias de melhoria, juntando as ideias e observações dos líderes, gestores e da equipe de recursos humanos

Importância Todos os líderes e gestores da empresa devem ter a noção do quanto é fundamental o clima organizacional, para que cada vez mais investimentos, não apenas financeiros, sejam feitos em melhorias desse aspecto

0 visualização
Telefone:

Geral: (71) 4141-6668

WhatsApp: (71) 98616-2602

Segunda a sexta: 09h às 12h - 13:30h às 17h

Sábado e Domingo: Apoio acadêmico quando houver evento.

Cadastre seu e-mail

E receba periodicamente nossas novidades junto com ofertas de vagas, cursos e treinamentos.

Endereço:

Avenida Octávio Mangabeira, nº 929

Edf. CWK -Térreo (Após a Perini e a Portinox)

Pituba, Salvador, BA 41830-050

© 2020 Portal D&T | Todos os direitos reservados